Facebook RSS Twitter
Seja bem-vindo! Hoje é Terça-feira, 19 de 09 de 2017.

Pense antes do BOM DIA GRUPO

Por Carolina Fagnani

Filosofando sobre a conduta no "Whats"

 

A cada dia mais pessoas usam o “whats”, certo? Ele chegou para dinamizar a troca de mensagens e toda a comunicação pessoal ou coorporativa. Uma nova revolução depois do e-mail. Sem custos, ilimitado, ágil, com foto, com texto, com áudio, com vídeo, no telefone, no computador, cria grupos pequenos ou grandes para interesses comuns, as vantagens são muitas, mas cuidado.

Sua vida pode virar um inferno. Tudo tão intenso e tão rápido que não apenas ficamos escravos do aplicativo, como podemos mudar os parâmetros de comportamento, como a angústia de quem demora em responder. “...nossa ela já viu minha mensagem e nem me respondeu?” Nós continuamos nos alimentando, dormindo, dentre outras coisas, ou pelo menos deveríamos.

Conheça algumas dicas para não se tornar o chato do “Whats” ou não ficar dependente dele:

Usando mensagem de áudio:

Às vezes estamos no mercado, no carro ou com preguiça de digitar. O corretar de texto também nos estressou, vamos usar a mensagem de áudio, certo?

Legal, mas será que quem recebeu pode ouvir o som naquele momento? Antes de enviar pense se esta pessoa está em um ambiente que ela pode ouvir a mensagem. Depende do teor da mensagem também. Se é apenas um “...vou me atrasar 10 minutos hoje”, ou “me espere com aquela camisola que gosto”.

Você não pode enviar um áudio para o seu marido falando mal do chefe dele, não é? Você corre o risco dele abrir a mensagem sem saber o teor, e estava tomando café do lado do chefe.

Tomando cuidado esse recurso pode ser bacana, mesmo com o fato do microfone falhar, às vezes. Mande sempre áudios curtos. Seja breve – se for para contar uma história do tipo “novela” (kkkkk) telefone para a amiga, é mais interessante, você terá feedback na hora.

Nunca fale muito alto, se sua mãe ou amiga naturalmente gritam, evite abrir em público.

Em grupos – cuidado. Mensagens de áudio em grupos deve conter mensagens para o grupo, e mesmo assim devem ser evitadas.

Usando Emoji

Se o destinatário é seu namorado, uma amiga, sua mãe, tudo bem. Mas se está em um grupo da empresa, ou falando com o chefe, cuidado com emoticons do tipo beijinhos e corações. Você pode ser mal interpretada. Talvez não pelo chefe que te conhece e sabe como é seu comportamento, mas a esposa dele não te conhece.

Cuidado também para não acabar com seu vocabulário, utilizando apenas emojis. Eles devem ser usados como complemento. Eles podem valorizar sua emoção, seu sentimento naquele momento.

Responder imediatamente?

Desde que a atualização do Whatsapp aderiu aos dois risquinhos azuis, o que significa que a pessoa leu sua mensagem, muito drama e mimimi já foi dito nas redes sociais.

É importante você saber também que você pode desativar essa marcação.

Se neste caso você precisa de uma resposta imediata, telefone para a pessoa. O whatsapp deve ser encarado como um e-mail, ou torpedo. As pessoas recebem, leem, e irão responder quando puderem. Nem sempre estamos disponíveis, ou temos a resposta para o questionamento naquele momento. Não precisa ficar de mau.

A dica é manter no status uma mensagem como "respondo assim que possível", para os contatos saberem da possibilidade de você não responder imediatamente.

Se estiver em uma festa, então, melhor nem ler. Evite enviar qualquer tipo de mensagem após tomar umas e outras. “O risco é registrar desabafos ou mandar algo inconveniente.” E depois que enviou, já era.

Não há como deletar uma mensagem enviada pelo “Whats”!

Comportamento em Grupo

Esta, talvez seja a questão mais importante.

Lição nº 1 (a principal) – atenha-se ao tema do grupo: É impressionante como as pessoas gostam de diversificar. O grupo é sobre Férias na Praia, e tem gente enviando vídeo de piada. Peloamordedeus, nem todos tem o mesmo tempo, e humor.

Se o grupo é sobre balada no sábado, temos mulheres, homens, amigos, não dá para brigar sobre a última goleada do futebol ou ficar falando sobre o PT, muito menos mandar oração. Oração, só no grupo de oração ou da igreja.

Outra coisa: evite começar um longo bate-papo com apenas uma pessoa do grupo, entupindo os demais com mensagens e apitos. Chame sua amiga no privado, e ponham o papo em dia.

Às vezes a publicação para todos, exemplo: “Alguém conhece uma boa costureira?” Só quem conhece deve responder. Se você não conhece, não precisa dizer nada. Se conhece responde sim, nome, endereço, tel ou site. Não precisa detalhar o que você fez com ela, ou se o interessado desejar mais informação, a partir da sua indicação, ela pode começar uma conversa reservada, individual com que quem respondeu que poderá lhe dar informações mais detalhadas.

Evite temas polêmicos: Se tiver que cobrar algum serviço, informação (ou qualquer coisa) dentro do grupo, a alguém específico, seja educado. Evite termos que poderão ser mal interpretados. E se for algo mais pessoal, chame a pessoa no privado.

Não é porque você está no grupo que precisa interagir todo dia”. Mas se for um grupo de amigas, apenas para descontrair, dê pelo menos uma atenção de vez em quando. Agora, se sua vida estiver muito corrida, e você não está conseguindo participar do grupo, não tem problema sair. Avise aos amigos que está num período tumultuado com muito trabalho e vai sair do grupo pois não está tendo tempo para conversar. Ou acesse de vez em quando para se atualizar das novidades.

Você cria um grupo, o objetivo pode ser permanente ou temporário, se for temporário, exclua o grupo após o factual.

Se não tomamos cuidado e restringimos a comunicação do grupo para o que de fato é legal, todo mundo vai silenciar e também, quando for necessário um acionamento mais urgente, mais importante não serão todos que darão a atenção necessária. Podemos ter um grupo de amigas para uma ação específica e outro só de bom dia, fotos dos netos, piadas, orações e etc.

Nunca mande um “whats” em horários inconvenientes, tipo 5h da madrugada, ou 23h. Você pode estar na balada ou acordou cedo para malhar, ninguém tem nada com isso, mas se liga, todo mundo deixa o celular no quarto, usa como despertador e não vai achar legal ser acordado por algo inútil.

Corrente, jamais, não importa o tipo do grupo. “Compartilhe tal coisa que em 24h seu desejo se realizará, ou o Espírito Santo passará e te visitará”. Nunca! Pense: você encaminha isso para um amigo, que não vai dar sequência. Se você acredita nisso, o problema é maior ainda, você fica com sua corrente morta, não te trará o resultado desejado e você ainda desejou o mal de quem recebeu, porque se ela não concretizou seu pedido, pode estar com azar, agora. Se ela também acreditar pode até te bloquear para não correr esse risco novamente. Se ela não acredita vai te achar um chato. Se ela passar para frente, será vista pelos amigos dela como chato, ou seja, sempre será ruim.

Imagine um grupo de 20 pessoas, todas dando bom dia e todas respondendo. Terão pessoas que só conseguirão ler tudo depois das 12h. Bom dia, boa tarde ou boa noite, você dá quando já vai fazer sua primeira mensagem do dia, se já for dizer algo relevante. “Bom dia, vou visitar minha filha nos EUA. Alguém precisa de algo de lá?”. “Boa noite, terá uma peça bem legal neste sábado, alguém quer ir?” “Boa tarde, alguém sabe que horas termina a feira do Rudge?”.

As mensagens motivacionais são uma gracinha, mas mande apenas para grupo de amigos íntimos e família. Grupo grande não é recomendado. Grande consideramos acima de 08 pessoas. Você não sabe em um grupo grande a religião de todos, os problemas que a pessoa pode estar enfrentando naquele dia, dentre outros motivos.

Mesmo quando for um grupo que permite piadas ou vídeos, evite piadas longas. Piada boa é curta! Também não mande pornografia. Mesmo que o destinatário goste. Crianças, e pessoas desconhecidas podem ter acesso e não pega nada bem.

São frequentes os relatos de envios extraviados. Você deseja mandar a mensagem para alguém, sem querer, manda para outra pessoa da sua lista de contato, ou pior, para o grupo errado. Pronto, vai dar maior discussão, para não dizer outro nome. Pode até ser ato falho, você pensa na pessoa e vai falar dela para outra, quando vê, enviou para a própria. Tenta concertar e fica pior. Muito cuidado é fácil clicar no destinatário errado. Tem também quem encaminha print da tela e acaba enviando uma conversa privada para alguém que não deveria ser inserido na discussão.

Extravase suas emoções, compartilhe, comunique-se muito, mas lembre-se: cada mídia, cada canal, cada ferramenta serve para uma coisa. Vamos estar cada vez mais conectado, então é preciso ter qualidade, ser objetivo, essencial, sem perder o senso de humor, a classe, a educação e principalmente o bom senso.

Cuidado: sua mensagem pode ser recebida, visualizada e ignorada com sucesso! Se você for chato no grupo, pode ser tachado de chato, mesmo fora dele. Se não gosta do grupo, porque não seguem a etiqueta mínima ou por outro motivo, tome coragem e saia do grupo. Você não está preso!

Boa sorte!

Este texto é fruto de uma pesquisa na Internet, adaptado por Carolina Fagnani com base nos grupos que participa. Mas devem ter exemplos bem piores!

Pense antes do BOM DIA GRUPO
Filosofando sobre a conduta no "Whats"   [...]
Jornalista da Predicado colabora em reportagem da revista Gestão & Negócios
A jornalista Carolina Fagnani, diretora executiva da Predicado Comunicação Empresarial foi conv [...]

55 11 4930-2006
predicado@predicadobrasil.com.br

Avenida Imperatriz Leopoldina, 263
Sala 14 - Nova Petrópolis
CEP 09770-271
S. Bernardo do Campo – SP

Atendimento: segunda a sexta-feira,
das 9h as 18h

Predicado © 2013, Todos os direitos reservados.  | Política de Privacidade | Direitos Autorais | Fale Conosco